Sobre sentimentos, Textos

“Resiliencie-se”

O que fazer quando as dificuldades batem em nossa porta?

Bom, primeiro temos que estar cientes do quão humanos somos e, logo, estamos sujeitos à inúmeras provações. Pronto, certos disso podemos seguir ao segundo quesito: a mensuração da importância. Precisamos ter em mente, sempre, que a dificuldade se torna maior à medida que atribuímos importância à ela. Todos nós passamos por dificuldades na família, nos relacionamentos, na faculdade. E, muito provavelmente, nas instituições sociais a que nossos pais e avós pertenceram, também testemunharam fases difíceis. Sempre houveram problemas, o mundo presenciou duas Guerras Mundiais, pandemias, massacres. Tenho ouvido que problemas sociais, familiares e afetivos existem desde os primórdios, contrastando com noticiários exibindo a machete “Depressão, o mal do século XXI”.

A presença de dificuldades sempre gerou sentimentos depressivos, melancólicos, em muitos que as sentiram na pele. Talvez, a grande diferença, seja a forma como são encaradas. Na última década, reparei um círculo midiático em torno da depressão como se os primeiros casos tivesses surgido nesse tempo, devido à problemas recentes. Vieram estudos, pesquisas, experimentos com pessoas de várias idades para entender qual é o público mais afetado e por quais razões. Surgiram críticos tachando de frescura e depressivos jurando que estão bem com medo do julgamento. Isso porque, TUDO ganhou mais importância na última década, seja pelo avanço e circulação da informação, seja pela sede da humanidade por desvendar os mistérios dela própria. Ou, seja ainda, pela combinação desses dois fatores.

Mas, me estendi à um assunto tão amplo apenas para relatar o seguinte pensamento que guardo comigo: Todos nós tivemos, temos e teremos dificuldades, herdamos elas, adiamos elas, tentamos nos livrar delas. Usamos nosso precioso tempo falando delas, reclamando delas, dando à elas o troféu de pior dificuldade do ano. Colocamos elas acima de nossos sonhos e, assim, fazemos com que elas sejam um obstáculos para alcançá-los. Comparamos nossos problemas com os problemas no outros, damos aos problemas o adjetivo de insuperáveis, de imbatíveis. E, com esses hábitos, fazemos com que as dificuldades sejam de suma importância, nos fazendo dormir e acordar pensando em algo que diga respeito a elas.

Sejamos resilientes. Sejamos capazes de nos refazer diante das rasteiras e sejamos capazes, principalmente, de aprender com cada problema, com cada obstáculo, com cada tombo. Quando estamos no chão, enxergamos coisas que antes não víamos, andamos com a vagareza que antes não tínhamos e levantamos sabendo que podemos cair mais uma vez. Mais muitas vezes. Não perca tempo tentando encontrar uma maneira de fugir das dificuldades, ganhe tempo encontrando uma maneira de aprender e se refazer com a chegada de cada uma delas…

Sem categoria

PODES SUPERAR DIFERENÇAS?

Foto autoral

• • •

Vivemos em uma geração conformada com a liquidez das relações humanas.

Procuramos amizade pra curtir o carnaval e esquecemos que este dura no máximo 5 dias. Seguimos a maioria simplesmente porque “a onda leva”. Mal sabemos que a maioria não se importa com o que importa para você…

Lutamos contra nossa vontade por medo do que nos é estanho (incomum para a maioria) e, por isso, tentamos manter perto pessoas parecidas conosco. Mas, meu caro, geralmente são estas que nos ferem usando nossas próprias armas.

O estranho requer adaptação, e não mudança. Adaptação não significa trocar o bar pela sorveteria, significa ter duas opções para pra não cair na monotonia. O estranho pede que o faça conhecido e, muito mais do que lhe tirar da bolha pessoal, arruma um espaço dentro dela.

A mesma geração que vangloria a lei do desapego, reclama da solidão.


No Instagram com @_falandoemviver_

Poesia

Quase sem querer

• • •

Tu,

que chegou tão calmo, tão seguro, dono do afeto mais puro. Me passou tua segurança e me tirou daquele escuro que antes rodeava meus dias.

Tu,

que fez da vida menos monótona, transformou em certeza aquela incógnita que antes insistia em me confundir.

Tu,

que veio de surpresa e trouxe a beleza de sonhar antes de dormir. Senti que era pra valer, então, quase sem querer, me encontrei ao te encontrar.

Tu,

que me fez tua companheira, me deixou da vez primeira na tua vida entrar. Se fez abrigo, aconchego, amigo. Protegeu-me do perigo, fez a luz do amor brilhar.

Tu,

que escreve a história manuscrito, é meu porto, minha rota, meu suspiro, me guiando como prevê. É meu acaso mais bonito, dando sentido àquele clichê.

Tu,

que fez morada em minha mente, habitou tão de repente e não tive como correr. Se fez parte da minha história, até o choro é boa memória se eu passo com você. Foi quase como magia, mas foi tão real eu diria, por ser quase sem querer.


{autoral • Falando em Viver…}

Compartilhado no Instagram em @_falandoemviver_

Livros, Poesia

Na ponta do lápis…

Foto autoral

• • •

É onda que vem e vai,

é brisa que o vento traz,

é paz,

minha letra é a voz que me torna capaz

meu verso permanece em mim

mesmo feito sobre um sentimento fugaz.

• • •

É dom concedido

ou é algo emprestado,

não sei, tampouco, se deve ser usado,

mas Deus permitiu que fosse inventado

apreciado, comentado e lido,

o verso não pode ser esquecido

enquanto falar sobre um mundo encantado.

• • •

Encantado, sim,

mas não menos real.

Talvez o mundo ideal

seja aquele com um pouco de imaginação.

Então, rezo demasiado

Deus, permaneça no mundo esse dom!

E que o poeta retribua repartindo,

compartilhando, dividindo

o verso que lhe foi destinado.

• • •

Utopia?

Talvez sim, talvez não.

Depende da fé no coração.

Pois só não pode ser alcançado

aquilo que não é colocado

na ponta do lápis de Deus.


{Autoral} • {Inspirado no verso da foto, poema de Bráulio Bessa, do livro “Poesia com Rapadura”}

Compartilhado no Instagram @_falandoemviver_

Sem categoria

Erros

Errar. Verbo que, quando está no infinitivo, não parece tão ruim como quando conjugamos.

“Eu errei”. Sim, eu errei. Eu joguei fora partes de mim que não consigo mais recuperar. Deixei pessoas partirem e não imaginei as consequências que isso me traria. Dor. Dói muito quando nos damos conta de que é muito difícil concertar um erro. Culpa. Nos culpamos por cada tempestade que acontece, como se alguma força maior estivesse nos penalizando por causa de uma decisão errada. Pena. Essa palavra me corta o coração. A coisa mais triste que podemos sentir por alguém é isso. Pior é quando sentimos pena de nós mesmos, acredite.

Será que temos que sofrer por quanto tempo devido à um erro? A vida inteira ou até cometermos outro? Sim, nós erramos o tempo todo. Erramos quando não obedecemos nossos pais, erramos quando magoamos quem a gente ama, erramos até ao escolher qual faculdade seguir. Erramos por imaturidade, por pressa ou por pensar demais. Por quê? Porque somos humanos, sim, meu caro. Lamento informar, mas somos simples humanos na era da tecnologia. Talvez nosso erro seja não poder programar com exatidão, e talvez essa seja ao mesmo tempo a nossa solução.

Nós temos coração, temos sentimentos, agimos por impulso e, sim, erramos. As pessoas erram quando pensam que não vamos errar. Porque vamos. Vamos nos distanciar de pessoas que estão nos pesando e vamos estar errados porque, aparentemente, não tínhamos motivos reais para essa atitude. Vamos encontrar pessoas incríveis e vamos errar com elas, porque conto de fadas não existe e precisamos lutar para manter em nossas vidas aquilo que nos faz bem. E o que está errado em querer o melhor para si mesmo? Para quem está acompanhando de fora, vamos estar errados e, como bônus, seremos chamados de egoístas ou egocêntricos, por pessoas que nem mesmo conhecem os significados dessas palavras. A boa notícia é que, por mais que julgue, eles também erram. Erram ao julgar, por exemplo.

Agora me diz: você vai deixar de viver por medo de errar? Deixar de viver já é um erro, a vida já é curta. Arrisco dizer que viver é sinônimo de errar.

Liberte-se. Aprenda a fazer isso sabendo que um erro não te aprisiona, o que te prende é o medo e a incapacidade de filtrar o ensinamento que ele te trouxe…

Textos

A pressa é inimiga da perfeição

Tem dias que tudo parece dar errado, não é? Tem dias que o trabalho não rende, a faculdade não rende, nós não rendemos. Tem dias que você gostaria de pegar um controle remoto e avançar as cenas até que tudo se encaixe de uma forma que, hoje, julgamos ser a melhor. Tem dias que reclamamos pelo simples fato dele ter nascido e nos feito “perder” 24 horas das nossas vidas.

Mas, se não for pedir muito, use apenas um minuto da sua rotina para refletir. Quantas pessoas trocariam seus bens por um dia a mais? É clichê, sim, mas já pensou em agradecer por abrir os olhos em mais uma manhã? Pular os desafios nos facilitaria, diminuiria dores e tornaria nossa história absolutamente monótona, ninguém quer ler um livro que tenha as páginas do clímax arrancadas. Os dias existem para que você os encare, melhores ou piores, de alegrias ou tristezas. Para os dias bons, agradecimentos. Para os maus, aprendizados. Os dias existem para que você tenha oportunidade de conhecer, de corrigir ou, simplesmente, de descansar. O tempo já corre naturalmente e a única certeza que ele nos dá é que, lá na frente, vai ser tarde para reviver ou reaproveitar os momentos passados. Além de passado, vai querer chamá-lo de tempo perdido?

Resultado de imagem para imagens de ampulheta tumblr

As coisas não aconteceram hoje e talvez não vão acontecer até você não entender que não é esse o caminho. Que você não precisa seguir um padrão e que perfeição é algo relativo. Precisamos perceber que perca de tempo é não sentir, não se permitir à nada que não esteja na agenda, viver uma vida de aparências. Não seja superficial ou então, mesmo sem admitir, você vai sentir falta do abraço que deixou de dar e do sorriso que deixou de ver por ter pressa para sair de casa. Você vai sentir muito por ter calado um “eu te amo” e por ter omitido que já sentia muito por alguém especial, porque tinha pressa em investir na sua futura carreira profissional. Você precisa, sim, estar feliz hoje e não apenas quando estiver ocupando o melhor cargo em uma multinacional. Precisa sentir-se bem agora para não precisar de pressa. E o mundo, ah, o mundo precisa saber a verdade: A vida perfeita é aquela vivida em cada segundo da sua existência, caso contrário, sempre haverá um motivo para reclamar.

A vida é demasiado curta, não queira diminuí-las ainda mais. Aquele ditado “a pressa é inimiga da perfeição”, faz ainda mais sentido quando nos damos conta que o dia de hoje é o mais importante da nossa vida, afinal, o futuro ainda não temos. Não espere que Deus lhe dê agora, a benção que Ele lhe reservou para amanhã. Muitas vezes nem mesmo merecemos as belezas que, generosamente, Deus nos oferece. Viva intensamente, ame, abrace, demonstre. Sinta o gosto da conquista, pouco a pouco, sem pressa de atingir o objetivo final. A perfeição é troféu para quem tem paciência e sabe apreciar os mínimos detalhes da caminhada.

Sobre sentimentos, Textos

Deixe o tempo falar por ti

Resultado de imagem para passagem de tempo

Estava me perguntando até que ponto somos capazes de chegar para atingir um objetivo e, muitas vezes, sem ao menos ter certeza se é hora certa para conquistar. Quantas pessoas podemos decepcionar e quanto da nossa dignidade se vai cada vez que insistimos em algo que não estava previsto para aquele momento?

Deixamos o egoísmo tomar as rédias da nossa vida e nos julgamos responsáveis pelos planos de Deus para nós, quando deveríamos entender que somos responsáveis unicamente pelas nossas escolhas. Brigamos com Deus por ter impedido o “relacionamento perfeito”, a amizade de balada ou a ida ao barzinho, enquanto o amor da nossa vida e nossos amigos verdeiros estão apenas esperando que nossas escolhas nos levem à eles.

Mas claro, você vai errar. Eu vou errar. Vai aparecer uma proposta tentadora para te tirar do eixo. Você vai se arrepender de ter escolhido sorvete de chocolate ao invés de maracujá, simplesmente porque “todo mundo prefere” e vai trocar um pôr do Sol no parque porque dizem que a festa vai estar mais divertida. A verdade é que, quando algo é errado para o seu momento, vai continuar sendo errado mesmo quando todo mundo faz e repete. Mas, meu caro, o tempo está aí para isso. Um erro só é condenável quando ignoramos a lição que o tempo nos dá. O tempo nos fala muito mais do que podemos imaginar.

Se liberte do que faz ancorar na vida. Evite se prender a pessoas que gastam tempo cometendo os mesmos erros e alimentando sentimentos vazios. Evite qualquer pessoa vazia, principalmente quando essa pessoa for você. Deixe o tempo mostrar que Deus guardou o melhor para o dia de amanhã, mas lembre que são suas escolhas hoje que vão te garantir isso. Deixe o tempo falar que tudo passa, inclusive ele – e esse voa – e toda mágoa passada vai ser apagada por alguém que esperou muito tempo por você. Deixe o tempo mostrar, no fim, que valeu à pena acumular experiências, boas ou más, para aprender a viver até o último dia desse tempo que Deus, generosamente, nos concede.

Sobre sentimentos, Textos

Deus escreve certo por linhas tortas…

Leia este texto ouvindo “Ele Não Desiste de Você” ♪ ♫

Imagem relacionada

Certo dia me peguei pensando e percebi que, se fizermos tudo no nosso tempo, será também no tempo de Deus. Se tivermos paciência, as conquistas serão mais esperadas e, quando chegarem, serão responsáveis por uma alegria inexplicável.

Mesmo com muitas provações, Deus é bom e ama você. Quando Ele te tira algo, no mais tardar te recompensa. Não espere muito das situações e das pessoas, espere em Deus e faça por merecer.

Perceba que as coisas começam a dar certo quando você entende que sua felicidade depende, única e exclusivamente, de você. Estar bem consigo mesmo atrai pessoas boas e garantem a você o lugar especial na vida de alguém. Estar bem consigo mesmo permite que você se doe a quem precisa e, assim, se torne digno de ser atendido por Deus.

Quando achar que nada dá certo, reze. Quando lembrar das coisas boas da sua vida, agradeça. Nós sentimos que nossa fé aumenta a medida que deixamos de questionar o rumo das nossas vidas e aceitamos o que Ele nos propõe a enfrentar. É de nossa natureza refutar a derrota e não admitir erros, mas com o apoio de quem nos ama podemos usar nossas falhas para extrair grandes aprendizados. Quando se der conta da importância dos erros, agradeça por ter amadurecido e agradeça a quem te aceitou exatamente como és.

Não tenhas medo, portanto, de errar. Certifique-se de estar perto de quem te dará a chance de se redimir. Esteja perto de quem te mostra, dia após dia, que você é imensamente importante na vida de alguém. Esteja perto de quem te aproxima de Deus e trilha contigo o caminho do bem. Esteja perto de quem aprende e se esforça, junto contigo, para ser uma pessoa melhor. Esteja perto de quem não tem vergonha de pegar sua mão e dizer: Deus não desiste de você!

Por fim entenda que, se Deus é por nós, não há nada que tenha o direito de tirar nossa paz e nos derrubar.

 

 

Texto com base em experiências e aprendizados reais.

 

Conto, Sobre amor

Em matéria de amor, busque nota máxima

39b2919a744d17c9370813610998cb4f.jpg

Eles nunca deixaram de se amar. Passaram dias, pessoas, acontecimentos, só não passou o sentimento. Apesar das diferenças, eles se amam. Apesar de tentar se preencher com outro “eu te amo”, eram dele as palavras que ela tanto precisava. Apesar de se divertir nos fins de semana, era ela que ele queria nas tardes de domingo.

Não importa quanto tempo passe, quantas pessoas cruzem seus caminhos e nem os erros que eles cometam, eles só conseguem entender o amor quando estão juntos. É só olhando pra ele, que ela percebe o quanto tem sorte. É só olhando pra ela, que ele percebe que é possível amar até os defeitos de alguém.

É dele que ela espera flores – arrancadas do quintal, não importa – só para lembrá-la que é importante demais para ser esquecida. É dele que ela espera uma aliança para andar por aí se sentindo protegida, com um pedacinho desse amor sendo exibido para quem quiser ver. É dele que ela quer mensagens de bom dia, boa noite, ou só para contar que comeu sua comida favorita no almoço. Ela espera que ele seja a primeira pessoa a lembrar de uma data importante e que peça como foi o dia. Ele é a única pessoa que poderia acordá-la no meio da noite (só para dizer que está com saudade) sem sofrer consequências negativas.

E dela, ah, ele espera apenas que ela seja sua. No futebol ou na sorveteria. Ele espera que ela seja sua maior fã e sua melhor companhia. Confiança. Ele espera que ela lhe transmita isso. Ele quer alguém que fique ao seu lado e quebre a armadura que outras circunstâncias o puseram. E, convenhamos, armadura não é o traje certo para o príncipe que ela sempre viu nele.

Ele quer que ela esteja presente em cada situação da sua vida e, claro, vai ocupar o primeiro lugar em cada momento marcante para ela. Cumplicidade. Amor é tudo isso. É ter coragem de chorar pelo outro e sensibilidade para dar atenção. Ao dizer que ama, preste atenção na pessoa antes que outro alguém note isso no seu lugar.

Resultado de imagem para imagens de casais tumblr

Tendo um ao outro eles passam pelos problemas do dia a dia, pela ansiedade de uma resposta no trabalho e pelo mau humor na TPM.  Juntos eles querem descobrir coisas novas e têm o desejo de surpreender um ao outro. Juntos eles dão as melhores risadas. Pode levar tempo, mas juntos eles percebem que nada mais importa – a não ser a benção das famílias ao pedido de namoro, aliás, mesmo sem dizer ela espera isso também.

Eles descobriram, juntos, que é preciso muita maturidade para sentir isso por alguém. Eles aprendem um com o outro e, juntos, gabaritam em matéria de amor. Não é feio chorar, se declarar, demonstrar que ama. Feio é, depois de tantos desencontros, deixar o amor da sua vida passar por não saber como lidar com sentimentos.

Sobre amor, Textos

Entenda que…

      Entenda que eu gosto demais de você para mendigar teu amor. Poxa, entenda que eu preciso gostar de mim também. Por favor, não me reduz a mais uma que você conhece, se relaciona e deixa para trás, eu sou mais que isso simplesmente por querer mais para nós. Entenda que eu quero ter você comigo, dia após dia, e é exatamente por esse motivo que eu não posso te beijar de novo. Eu quero que você venha, que segure minha mão, me ofereça teu ombro e peça, meio sem jeito, se eu sinto frio para que você possa me aquecer, quero fotos fazendo careta, quero ser clichê e quero, principalmente, que você fique. Fica perto de mim, mas só se for com certeza, caso contrário não faça essa cara, não me olha desse jeito, você sabe que isso derrete meu coração de manteiga. Aliás, se não for cuidar dele, me devolva. Ele ainda pode ter alguma função.

✻ ✻ ✻                                                                 ✻ ✻ ✻                                                                       ✻ ✻ ✻

Sabe aquelas mensagens que você me mandava? Eu não apaguei. Nem do celular nem da memória. Guardei junto com a lembrança do teu perfume que, diga-se de passagem, combinava muito com o meu. Está na mesma caixinha onde coloquei o gosto do teu beijo e o carinho com que me tratava. Guardei, fechei e só você tem a chave. Entenda que não quero te deixar na responsabilidade de me salvar, não é isso, você não precisa se sentir culpado por absolutamente nada. Mas eu queria te pedir ao menos esse favor (sim, leve isso apenas como um favor). Desculpa-me, ainda não caiu a ficha que você pode ter esquecido como resgatar o melhor de mim. Dói saber, poxa, logo agora que eu estava ensaiando um “eu te amo”? Bom, talvez tenha sido melhor, talvez você esteja certo, talvez não era pra ser, talvez não agora, talvez eu simplesmente queira que no próximo texto não tenha nenhum talvez, mas, para isso, entenda que o meu “eu te amo” está só esperando o seu.